Mude seus hábitos, mude seu corpo, mude sua vida!


(17) 3301-4533

contato@biowellnessstudio.com.br

Siga-nos
Top

Blog

Bio Wellness Fitness Studio > Fitness Tips  > Como evitar ou tratar a depressão?
Como evitar ou tratar a depressão

Como evitar ou tratar a depressão?

Por José Antônio – Fitness Coach 

Como evitar ou tratar a depressão

com exercício físico?

Quando a pessoa se sente sem energia, muito cansada, sem vontade de sair, trabalhar, estudar ou ver pessoas, com sensação de tristeza frequente, ela pode estar com depressão! Você sabia que os exercícios físicos podem melhorar estes sintomas e te livrar desta doença?

É que durante a atividade física, o organismo libera dois hormônios essenciais que auxiliam no tratamento da depressão: a endorfina – popularmente conhecida como ‘hormônio da alegria’ – e a dopamina – que tem efeito analgésico e tranquilizante. Ambos têm influência principalmente sobre o humor e as emoções. Vale destacar também o efeito da serotonina, um importante neurotransmissor que também regula o nosso humor.

E não é preciso horas na academia para obter resultados significativos, não. Se você reservar de 20 a 40 minutos, duas vezes por semana, já vai perceber boas mudanças. Os treinos geram aumento de energia e motivação, diminuem a tensão, a raiva e a tristeza. A prática regular de exercícios também melhora o estresse e a qualidade do sono.

Mas para quem enfrenta a depressão, ir à academia pode não ser uma tarefa fácil, por isso, outro estímulo, além dos benefícios fisiológicos, são as pessoas ao redor. Treinar em grupo é ainda mais motivador. Isso gera relacionamento entre os alunos e muita troca de experiências. O aluno se distrai e tem um convívio social, somado com o trabalho em equipe.

Exercício físico como forma de combater a depressão

A célebre frase latina “mens sana in corpore sano” (mente sã em corpo são) ilustra o facto de que o homem sempre sentiu a necessidade de exercitar o corpo para poder alcançar um equilíbrio psíquico completo.

A depressão é uma das doenças que mais incapacita o ser humano. E uma das doenças psiquiátricas mais frequentes – uma em cada quatro mulheres e um em cada dez homens podem vir a ter crises depressivas durante a vida, desde a juventude até à terceira idade.

A depressão caracteriza-se por uma alteração psíquica e orgânica global, com consequentes alterações na maneira de valorizar e percecionar a realidade e a vida. Na pessoa deprimida há uma falta de vitalidade que poderá estar acompanhada de sentimentos de tristeza, falta de confiança em si própria, sentimentos de culpa generalizados, pessimismo e descrença.

A prática de exercício físico é uma boa forma de prevenir e combater a depressão. O exercício físico constante e moderado tem efeitos benéficos na saúde em geral e, ao nível psicológico, pode reduzir a ansiedade, melhorar a autoestima e autoconfiança, melhorar a cognição e diminuir o stress.

O exercício físico liberta no cérebro substâncias, as endorfinas, que proporcionam uma sensação de paz e de tranquilidade; são neuromediadores ligados à génese do bem-estar e do prazer. Por ser um potente libertador de endorfinas, o exercício físico cria a boa dependência quando praticado regularmente, e faz falta como faria qualquer outra substância associada ao prazer. O exercício físico é altamente eficaz no combate ao stress e ansiedade, e quando é moderado e regular, descontrai o corpo e ativa o sistema imunitário.

O desporto pode ajudar a tratar depressões quando praticado regularmente e com alguns cuidados especiais. A libertação de endorfinas, somada à melhoria na autoestima proveniente da sensação de estar a fazer algo em benefício da própria saúde e bem-estar, provoca um estado de plenitude ao praticante regular de atividade física, e traz benefícios a todos os níveis. O exercício é muito eficaz para combater o stress por ter um efeito relaxante, por favorecer uma descontração mental e ajudar a pessoa a afastar-se temporariamente dos problemas e da tensão.

As atividades podem reduzir a ansiedade e a tensão. Uma caminhada rápida durante 20 a 30 minutos, três a cinco vezes por semana, pode ser uma grande ajuda para gerir melhor o stress. Contudo, é necessário que o ritmo de exercício seja adequado, pois um programa de exercício muito rígido e exigente pode deixar a pessoa ainda mais stressada.

O exercício físico moderado produz um efeito benéfico geral sobre o organismo. A prática regular traz resultados positivos aos distúrbios de sono, aos aspetos psicológicos e aos transtornos de humor, de ansiedade, depressão, além de que melhora os aspetos cognitivos, como a memória e a aprendizagem.

O exercício físico sistematizado tem benefícios tanto na esfera física como mental do ser humano, ao proporcionar uma melhor qualidade de vida. O segredo está numa atividade que seja agradável para quem a pratica, optando por uma modalidade na qual a pessoa se sinta bem e que realmente goste, para evitar a frustração.

É essencial transformar o treino diário num ato de prazer e aproveitar ao máximo o bem-estar que a prática do desporto proporciona, tentando conciliar o lado físico (melhoria da performance), ao estético (ter um corpo modelado…), sem esquecer que o emocional precisa de estar bem e sentir que está a praticar uma atividade adequada.

Por isso, não se entregue à doença!

Você pode descobrir na atividade física um estímulo para uma vida mais saudável! E nós podemos te ajudar nisso!

 

CONCLUSÃO

Como vimos, há uma atividade física ideal para cada tipo de pessoa e objetivo.

Por isso, antes de mais nada, é importante identificar quais são os seus objetivos com a prática de atividade física.

O que você quer? Seja emagrecer, ganhar massa muscular, melhorar dores crônicas ou ganhar mais condicionamento físico, há um programa de treinamento que se encaixa totalmente nas suas necessidades, basta se informar!

Se interessou por algum dos nossos programas apresentados nesse texto?

Fale conosco agora mesmo pelo Whatsapp para agendar sua aula experimental gratuita e comprove você mesmo! ????

agende sua aula teste